Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Visão estratégica para a economia no período 2020/2030 - 1

Aí está o tão aguardado plano para a economia do Costa e Silva. Há vários capítulos importantes mas para mim o mais importante de todos é o seguinte :

  É crucial prestar atenção às pequenas e médias empresas (PME), porque representam mais de 95% do tecido empresarial português e empregam mais de 75% das pessoas. A saída da economia do estado de coma, a sua recuperação e a criação de condições para o crescimento económico, implica ter empresas mais saudáveis, ajudá-las a resolver problemas de financiamento e considerar a possibilidade de aliviar a sua carga fiscal, que é muito elevada e torna o país menos competitivo”,

É crucial que este Pacto Estado/empresas seja uma plataforma para corrigir muitas das vulnerabilidades do nosso tecido empresarial”, resume António Costa Silva. O objetivo do consultor é produzir uma nova geração de “campeões globais” capazes de venderem não só produtos, mas também ideias e serviços à escala global.

E quando a economia portuguesa for mais saudável e as empresas estiverem capitalizadas, “é importante o Estado ter uma estratégia de retirada, porque o seu papel não deve ser o de substituir-se às empresas, mas pelo contrário criar condições para elas poderem operar, crescer e competir”.