Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Um subsídio por estar vivo

A ideia já tem 500 anos e vai fazendo o seu caminho. Mas o empurrão decisivo será a 4ª revolução industrial, a era digital, que aumentará a capacidade de produção de riqueza com menos gente. Não haverá emprego para todos.

A Suíça em referendo rejeitou a ideia mas há outros países na Europa  a testar no terreno . E no Canadá há uma região que também está a implementar a medida.

Por cá em Portugal as contas feitas apontam para um montante de 40 mil milhões que seria compensado com a substituição de todos os presentes subsídios e a poupança em papel, luz, combustíveis, água, transportes e tudo o que uma multidão de gente gasta. Alguns trabalhariam menos horas, outros dedicar-se-iam à família e ao trabalho social .

Uma melhor saúde, menos horas perdidas no trânsito e o apoio aos seus mais que compensariam o subsidio . A educação seria repartida entre as escolas e as famílias. Melhor ensino, maior proximidade. A adimistração pública seria poupada a milhões de processos e horas de trabalho.

O mundo já produz o suficiente para todos é agora necessário melhorar a qualidade de vida.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.