Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Um mês depois da tragédia as prioridades deste governo são uma vergonha

Uma irmã de uma das vítimas mortais de Pedrógão escreveu uma carta ao Presidente da República,  ao Primeiro Ministro e outras "excelências", informando que as ajudas prometidas pelo estado e mesmo a ajuda da solidariedade dos cidadãos ainda não chegaram às famílias.

Entretanto, o roubo de Tancos está em vias de ser encerrado mesmo antes de ter começado . Foi um truque para prejudicar o governo. Revertam-se as demissões, esqueçam-se as declarações contraditórias e esqueça-se a sucata . Está arrumado, nem sequer foi preciso levantar o rabinho .

Mas fazer chegar a ajuda ao terreno que exige trabalho, suor, organização, aí a coisa fia mais fino. Leiam a carta e envergonhem-se. O governo apoiado pelos amigos dos pobrezinhos está-se nas tintas para as dificuldades, para as necessidades, daqueles que viram os seus entes queridos morrerem ou ficarem feridos.

Nem dinheiro para os funerais , quanto mais para avós, pais e filhos vivos . Enredado na burocracia, o estado não encontra a porta de saída da cabine telefónica.

Mas o governo teve tempo e dinheiro para fazer uma sondagem para testar a popularidade e Costa foi de férias. É natural que o único que respondeu à carta da cidadã tenha sido Marcelo.

O governo tem mais que fazer. O SIRESPE de Costa tornou a falhar neste fim de semana e isso sim, é que é a prioridade.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.