Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Trabalhadores baratos e esforçados

Centeno anda a tentar captar investimento com o argumento  que os trabalhadores portugueses são baratos e os que mais trabalham na Europa. Nós que vimos par aí tanta gente a criticar que a economia assente em baixos salários ficamos esclarecidos mas surpreendidos. É que as vozes que se arranhavam agora estão mudas. Aliás, não vêem, não ouvem e não falam.

"O salário mediano em Portugal é um terço do francês. Esta diferenciação salarial não existe em mais nenhuma área monetária; nos Estados Unidos a dispersão salarial máxima é entre Mississippi e Boston, Massachusetts, e é um rácio de dois terços."

E rematou, dizendo que "os portugueses são, de todos os trabalhadores da Europa, os que trabalham mais horas. Trabalhamos mais 25% de horas do que os noruegueses, do que os alemães. Somos, em número de horas de trabalho, concorrentes com o Japão e os EUA".

Para Mário Centeno, esta "é a força que temos de aproveitar no momento em que colocamos decisões de investimento em cima da mesa".

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.