Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Tão amigos que eles são

Entre o PCP e o BE há uma espécie de relação que consiste em fazer de conta que não disputam o mesmo eleitorado ou parte dele. Francisco Louçã e João Semedo é que não acham graça nenhuma :

Nós podíamos apresentar um candidato ou uma candidata assim mais engraçadinha, portanto, enfim… Em que fosse fácil, com um discurso ajeitadamente populista, aumentar o número de votos…”, atirou Jerónimo de Sousa.

 

Magoa-me a frase de Jerónimo, sobretudo porque nunca esperaria isso da parte dele”, atirava o fundador do Bloco Francisco Louçã, num artigo de opinião escrito para o jornal Público.

 

João Semedo juntar-se-ia ao seu antecessor para criticar “as recentes e infelizes expressões de sectarismo e arrogância por parte de dirigentes do PCP”. “Os eleitores não compreendem e não aceitam que um partido tão tolerante com os ditadores de Angola ou da Coreia do Norte seja tão inflexível na relação com as forças de esquerda. À esquerda, a eleição de Marcelo acrescenta novas razões para juntar forças e não para separar, afastar, dividir”, sublinhava João Semedo, num artigo de opinião publicado na revista Visão e, entretanto, replicado no Esquerda.net.