Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Vales sociais na Educação

No âmbito da reforma do IRS o governo pondera o alargamento do pagamento de vales sociais da Educação até aos 18 anos. Para já com um tecto de 1 500,00 euros por aluno/ano. As empresas passam a pagar aos trabalhadores uma parte dos salários isenta de IRS  e que podem ser usados para pagar serviços e materiais escolares para filhos até aos 16 anos a idade." Isto quer dizer que quem tem um filho numa escola privada a pagar cerca de 500,00 euros/mês terá uma poupança que poderá fixar-se nos 100,00/150,00 euros/mês . Não é tudo mas é um avanço meritório. Mais crianças passarão a ter acesso a boas escolas escolhidas pelos pais.

Vales para a educação

É uma das propostas no âmbito da reforma do IRS. Já existem para as creches mas a ideia é estende-la ao secundário. O ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rogério Fernandes Ferreira, é favorável à medida e defende até o alargamento da mesma, relembrando um sistema implementado em França para pagamento de serviços ao domicílio como assistência à terceira idade ou acompanhamento escolar, babysitting ou reparações - o chamado ‘cheque Borloo'. Segundo o fiscalista, em França, a medida teve sucesso e ajudou a criar cerca de 100 mil empregos por ano.

Só temos que copiar o que de bom se faz lá fora, onde se vive melhor e com mais justiça social. Mas para isso é preciso não estarmos agarrados a dogmas que impedem o progresso e mais oportunidades de escolha para as pessoas e famílias.