Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Enfim a Taxa Tobin

Onze países entre os quais Portugal vão avançar com a Taxa Tobim que recai sobre as transacções financeiras. A receita assim obtida pode e deve ser usada para abater à dívida. Uma taxa de 0,1%. A finalidade da receita arrecadada com este novo imposto, que segundo os cálculos da Comissão Europeia deverá ascender a entre 30 e 35 mil milhões de euros, ainda não está definida. Números redondos, Portugal poderá arrecadar qualquer coisa como 300 milhões de euros com esta nova taxa. Certa é a oposição dos mercados à criação da taxa Tobin.

O mal é que os estados vão gastar mais porque gastam segundo as receitas. Mais receitas mais despesa e não havendo contenção orçamental rapidamente a receita assim obtida será engolida por mais despesa.

A Taxa Tobin e a União Bancária

Deram-se passos concretos e muito importantes para que a União Bancária na União Europeia seja uma realidade. Merkel e Holland querem a "Taxa Tobin" implementada antes das eleições europeias em Maio. Depois desta crise nada ficará como antes. E os limites à dívida e ao défice. Seria um sinal importante” a enviar aos cidadãos europeus, afirmou Merkel, referindo-se à aprovação de um modelo de introdução da taxa antes das eleições europeias. Desde 2011 que se discutem estes temas. O tempo é um grande aliado da razão.