Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Os louros a trabalhar e os morenos a descansar

O Sul da Europa anda a destruir o Euro desde o primeiro dia. Só se pode gastar dinheiro depois de o ganhar. O mendigar do SUL tem que acabar. São precisas as reformas que o NORTE já fez mas que o SUL se recusa a fazer. Nem mais um cêntimo para o SUL.

Claro que o NORTE depende fortemente do mercado comum da UE e encontrará uma saída razoável para os seus cidadãos que são também eleitores.

mw-768.jpg

 

A área ardida em Portugal representa 50% da área ardida no sul da Europa

Se as condições naturais são as mesmas em Portugal, na Espanha, França, Itália, Grécia e Chipre então porque é que a área ardida entre nós representa 50% da área ardida no conjunto destes países ?

Mas o que se passa nas nossas florestas não tem apenas a ver com a questão do clima e da natureza, vai muito para além disso. E vale a pena ler alguns peritos no tema aqui, aqui e aqui, por exemplo.

Portugal representa 2% da área da União Europeia, mas representa 50% da sua área ardida. Ora, como é evidente, as condições meteorológicas são igualmente adversas no centro e sul de Espanha, em Itália e na Grécia, mas quando juntamos os quatro países, Portugal tem quase 2/3 dos fogos, apesar de ter menos de 10% da superfície.

Todos os anos logo que os incêndios começam os (i)responsáveis aparecem logo com a ladaínha do país "uno" que não precisa de críticas mas de solidariedade. Boa forma de afastar críticas e responsabilidades de quem, já foi tudo no sector, desde ministro da administração interna a primeiro ministro como é o caso de António Costa. Pelo contrário aparecem no cenário dantesco dos fogos como os salvadores, fazendo as promessas de sempre.

Mas os números das estatísticas não mentem quanto à falta de capacidade política para travar a tragédia anual. 

Demitam-se !

fires.png