Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Eles, sim, são tóxicos e não é pouco!

Saíram dois secretários de estado porque as SWAPS que negociaram foram indicados como tóxicos pela auditoria. O mesmo não se passa com as operações idênticas da autoria de Maria Luís Albuquerque enquanto directora financeira da REFER. É difícil de perceber?

O PC e o BE como é habitual e da sua natureza misturam tudo na tentativa de atacarem quem, pelos dados que temos, fez operações financeiras absolutamente legais e tecnicamente adequadas.

Um dia destes os governantes têm que sair directamente de um convento, como donzelas sem mácula e sem vida anterior. É assim que cada vez mais vemos gente a chegar ao governo sem qualquer curriculum. Quem alguma vez ocupou funções que exigem responsabilidade e risco tem sempre um qualquer funcionário partidário a ladrar-lhe às canelas. Eles sim, são tóxicos e não é pouco!

Cheira-me que o governo está a ceder com a CP e a REFER

Desconvocar greves não é coisa que os sindicalistas façam por razões de sensatez. Ou já obtiveram ou estão para obter o que querem. Naturalmente que logo que obtenham o que querem, passados uns tempos, voltam com nova reivindicação que se não for atendida, resultará em novas greves. É o modelo de negócio que está errado. Nas estruturas da REFER deviam operar comboios de várias empresas oferecendo serviço com qualidade, horários e preços diferentes.

Com empresas públicas monopolistas o país terá sempre trabalhadores prepotentes, reinvindicaticos e insaciáveis. Tal como em monopólios privados.