Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

TV Rural e Mar com capachinho da oposição

O argumentário da oposição é uma espécie de capachinho tão notavelmente usado pelo engº Veloso. Ninguém tem coragem de estar contra a proposta tal é o mérito  mas, em alternativa, falam em "ingerência". Mas então fazer uma proposta ou uma recomendação para inserir na grelha um determinado assunto ( e, no caso, bem necessário) que a incompetência dos programadores televisivos não previu é "trocar a função de deputado por programador"?

Face à mediocridade da grelha de "serviço público" temos que estar calados não vá a oposição clamar ingerência? Isto é tão ridículo que quase que gostaria de perguntar aos senhores deputados se também é ingerência, face à situação de "fartar vilanagem" financeiro, que o governo reestruture a RTP. É que esta reestruturação, poupando metade dos apoios financeiros do estado alarvemente concedidos há décadas, vai ter mais consequências ao nível da grelha (medíocre) do que qualquer suposta ingerência. É que com metade do dinheiro pode-se fazer muito melhor!

O regresso da TV Rural foi aprovado!

TV Rural - é ingerência sugerir que seja sem capachinho?

O serviço público de televisão está entregue a alguns funcionários que não prestam contas a ninguém e que nem sequer suportam que o accionista estado sugira programas tão consensuais como a TV Rural. Num país em que a agricultura e as pescas tanto ganhariam com um programa desse jaez.

Claro que PC e BE que vivem das empresas do estado logo vieram iniciarar a gritaria habitual de ingerência do governo na grelha. Se não é ingerência é destruição, se não é destruição é privatizar, nunca é mudar para melhor. Partidos profundamente conservadores e prejudiciais para a modernização do país.