Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Um OE que odeia a classe média sem desculpa da Troika

Sugar quem trabalha para dar a quem vota . É a classe média que sustem os funcionários públicos e os pensionistas. Colocado de uma forma muito simples, Metade do IRS pago neste país é suportado por quem ganha entre 800 e 2.300 euros líquidos por mês.

O que reduz a pobreza em Portugal é uma classe média que hoje está cada vez mais dividida entre trabalhadores por conta de outrem e empresários que correm riscos e criam emprego.

É esta classe média – metade da receita fiscal deste país – que alimenta a atividade económica, que enche restaurantes, que compra nas lojas, que paga o IVA de tudo o que consome. Aumentar a Função Pública, engordar o Estado à custa desta classe média, é discriminatório e errado e, sobretudo, condena quem não tem a ter menos. Porque mata o consumo e o risco que tomam os pequenos empresários e a sua capacidade de gerar mais e melhor emprego.

Hollande e Tó Zé Passos Coelho

A grande esperança do PS anda aos beijos com Passos Coelho. A quem se agarrará agora Seguro para poder extremar posições em relação à discussão do papel do estado?"

"Creio que a proposta é boa, que vai no sentido desejado, e exprime o que poderá ser, espero, a posição do Eurogrupo num momento próximo", afirmou François Hollande nesta quinta-feira, em conferência de imprensa, ao lado do primeiro-ministro português.

O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, propôs, na semana passada, "um reajustamento [das] condições financeiras e orçamentais que acompanham o ajustamento" português, defendendo que os países que cumprem os objectivos com que se comprometeram devem ser recompensados."