Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Quando os irmãos Castro morrerem...

Nessa altura vamos ser testemunhas do fim do embargo comercial a Cuba e veremos o fim do regime. Até lá, Cuba vai jogando as pedras no novo xadrez da região - a América Central e do Sul.

A Venezuela, que segurava Cuba economicamente, está de rastos o que levou Raul Castro a diversificar relações com os países da região a maioria dos quais estão também a atravessar um mau momento. É neste contexto que se deve analisar esta aproximação aos US.

Ao Norte prepara-se uma união comercial entre os US, o Canada e o México onde Cuba quer ter lugar. Ao Sul já existe o Mercosul, com Brasil, Argentina e Equador. Não há revolução que resista a esta mudança. E com a liberalização das relações com todos estes países, em termos de trocas comerciais e de mobilidade das pessoas, a aproximação nos sectores políticos e sociais vai acelerar. Manda quem tem dinheiro e capacidade de liderar e Cuba não tem nem uma coisa nem outra. Com cerca de 10 milhões de pessoas não tem mercado interno para se desenvolver como se viu nestas décadas. Faz-me lembrar Portugal no contexto da UE. E há quem queira sair...

Mas nada disto pode acontecer com os irmãos Castro vivos.