Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Tire a cara à Catarina Martins

Como eu tiro o som aos comentadores de futebol. Tudo passa a fazer sentido. No futebol passamos a ver o jogo em vez de tentarmos perceber o tipo que diz coisas que nada têm a ver com o que vemos . E é um sossego.

Com a Catarina Martins o truque é ouvi-la em vez de a ver. Todos nós temos condescendência ante o rosto de uma criança . Até nos rimos perante as espertezas dos petizes e não com a sabedoria que sabemos que não têm. 

A Catarina é assim, por mais dislates que diga todos lhe perdoamos. Ou achamos que não vale a pena contrariá-la. Passos Coelho, na Assembleia da República, ante as suas perguntas, dizia-lhe pacientemente : Ó srª deputada , como a srª é a última a falar faz-me as perguntas a que já respondi ali ao PCP, mas vou repetir.

Na verdade a Catarina Martins é de uma superficialidade surpreendente. Juraria que nenhum de nós se lembra de uma ideia original. Usa termos como mentira, burla. golpe ...e usa-os com o mesmo sorriso de menina e com o mesmo entusiasmo no olhar de quem está a contribuir para um mundo melhor. Como actriz experiente, decora o guião e depois debita-o com eficácia, retirando do espectador as emoções a que o papel a obriga. Nos debates televisivos esteve várias vezes à mercê do adversário que a poupou.

Apareceu como co-coordenadora com João Semedo de um momento para o outro sem dela nada sabermos. Parece que militava no BE no Porto . Passou a perna a vários camaradas com trabalho reconhecido como é o caso de Ana Drago e Rui Tavares que com azia saíram do bloco.

Não sei se tratou de uma purga, que dessas coisas não sou letrado, mas é preciso dizer à Catarina que ao alto das montanhas só chegam dois tipos de animais. As águias por voarem alto e os répteis por rastejarem.

E eu à Catarina ainda não lhe vi as asas . ( que é o mais comum entre os politicos )

actriz.jpg