Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

As ameaças externas reforçam coesão da União Europeia

Alemanha e França lado a lado após o Brexit . É um movimento previsível face a uma ameaça exterior reforçar a coesão e os dois grandes países líderes europeus já o perceberam.

O presidente alemão,  social-democrata, admitiu que a Europa “deve ser capaz de responder” às aspirações dos seus cidadãos e sublinhou que a UE é “indispensável e iniludível”. François Hollande pronunciou-se no mesmo tom, afirmando, segundo o texto, a “responsabilidade eminente” de Paris e Berlim de “dar uma orientação à Europa e uma visão aos respectivos povos”, para que possam “empenhar-se plenamente na construção da Europa do futuro”

Aprender com os últimos difíceis anos e reforçar os princípios humanistas em que assentou a constituição da UE é a melhor forma de reforçar a coesão europeia.

Entretanto o impacto do Brexit começa a fazer-se sentir com algumas importantes empresas a fazerem as malas para abandonar Londres e instarem-se em Bruxelas e noutras cidades europeias.

Portugal já criou uma comissão " Portugal in " para junto das empresas ingleses fazer lobby e as convencer a instalarem-se no nosso país.

O mercado de 400 milhões de consumidores é um argumento que não se pode ignorar .

franca-alemanha.jpg