Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Há aspectos positivos na vitória de Trump ?

Com Clinton perdeu o poder centrado nas figuras de sempre . Quem tem mais dinheiro e mais poder . “Perdeu Hillary Clinton, uma candidata apoiada por quase todo o establishment, pelo presidente, pela máquina partidária com mais dinheiro desta campanha, pelo poder financeiro, pelo poder mediático, pelo poder universitário, pelo poder de Hollywood. A história da primeira mulher presidente nunca pegou, porque Clinton era sobretudo a herdeira do sistema, cheia de bagagem, de equívocos e de opacidades. Foi assim que foi derrotada.”                                                                                                        

E que aspectos positivos poderá Trump trazer para a Casa Branca ?

Na saúde já recuou na intenção de terminar com o Obamcare e quer introduzir mais concorrência no sector abrangendo os mais pobres e com doenças crónicas. Na Educação quer mais descentralização e proximidade com os poderes locais e maior liberdade de escolha. Baixar os impostos é outra medida em cima da mesa.

E quanto a aspectos negativos ? Voltar com a desregularização do sector financeiro que levou a crise ao mundo. Enfraquecer a Nato , as relações com a Europa e impor o proteccionismo face à China . E há a intenção de relançar a economia a partir da recuperação das infraestruturas envelhecidas - caminhos de ferro, hospitais - num ainda pouco claro Keynesianismo .

Mas a sua governação não será nem sequer semelhante ao seu discurso incendiário

Clinton teve mais 140 000 votos populares

Já aconteceu mais vezes. O candidato que tem mais votos directos populares perde a corrida . A Democracia assenta no principio, "uma pessoa um voto" mas, nos US não é assim. Esta entorse democrática está novamente em cima da mesa.

Mas a questão está na possibilidade de modificar a sacrossanta Constituição e fazer a reforma do sistema eleitoral.

Antes desta vitória de Donald Trump, outro republicano, George W. Bush, havia imposto em 2000 uma vitória a Al Gore, quando não conseguiu igualmente recolher a maioria dos votos: 48,4% para o democrata contra 47,9% para o antigo Presidente dos EUA.

Sem uma mudança na Constituição, os estados que compõem os EUA poderiam adoptar leis para atribuir os seus grandes eleitores ao candidato com a maioria dos votos a nível nacional. Porém este tipo de iniciativa, até ao momento, não surtiu efeitos.