Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Sondagem - CHEGA aos 6% e PS continua a cair

Rui Rio está em alta, é teimoso mas a prazo os portugueses gostam.

INTENÇÃO DE VOTO

Como votaria se as eleições legislativas fossem hoje?

Projeção dos resultados excluindo abstencionistas (14%) e após imputação de indecisos e recusas (14%). Entre parêntesis, resultados do total da amostra (com recusas, indecisos e abstenção). A variação, em pontos percentuais, é relativa ao resultado da votação nas eleições legislativas de 6 de outubro de 2019

PS

Projeção

33% (-3 p. p.)

total da amostra

26%

PSD

Projeção

28% (=)

total da amostra

20%

BE

Projeção

9% (-1 p. p.)

total da amostra

6%

CDU

Projeção

8% (+2 p. p.)

total da amostra

6%

CHEGA

Projeção

6% (+5 p. p.)

total da amostra

4%

CDS

Projeção

4% (=)

total da amostra

3%

PAN

Projeção

3% (=)

total da amostra

2%

I. LIBERAL

Projeção

2% (+1 p. p.)

total da amostra

1%

LIVRE

Projeção

1% (=)

total da amostra

1%

OUTROS

Projeção

1% (-3 p. p.)

total da amostra

1%

PS e PCP não apreciam a transparência e a higiene das contas públicas

Dar público conhecimento do financiamento do Estado a associações, fundações, observatórios e  mais mamões do dinheiro público não agrada a socialistas e comunistas. Vá lá saber-se porquê.

O CHEGA apresentou a proposta na Assembleia da República que foi aprovada. Uma medida de higiene orçamental que todos deviam apoiar. Mas não é bem assim.

"Fica sujeita a divulgação pública, com atualização trimestral, a lista de financiamentos por verbas do Orçamento do Estado a fundações e a associações, bem como a outras entidades de direito privado, incluindo a observatórios nacionais e estrangeiros que prossigam os seus fins em território nacional" .

Quem vive dependente do estado não deseja ser escrutinado pela sociedade que paga os impostos. Depois não compreendem porque cresce o partido da direita mais à direita.

Como te atreveste, António ?

Bem sabemos que foi para salvar a pele que engendraste aquela genial aliança com o PCP, o mais ortodoxo dos partidos comunistas do Ocidente e que, derrubaste o que restava do muro da vergonha à esquerda com a aliança com o BE. Mas, António, essa decisão tem consequências.

Agora que há quem no PSD derrube o muro para se aliar à extrema direita já não cola o argumento .Por essa Europa fora a extrema direita faz parte do livre jogo democrático, obedece às regras democráticas e já faz parte de alguns governos em funções.

Era inevitável que chegasse cá, chega sempre 20 anos atrasado, mas chega. Aqui ao lado em Espanha o VOX cresce e o PODEMOS vai para o governo pela mão do PSOE. Por cá o BE range os dentes por estar fora da solução governativa. Costa apressou-se a aliviar a carga à esquerda e, em compensação, a afastar o CHEGA.

Em política as decisões têm consequências e é claro que foi o PS que derrubou o muro. Tanto à esquerda como à direita.

Como te atreveste, António ?

Socialistas em queda, CHEGA em 4,9%, INICIATIVA LIBERAL nos 2,8%

Sondagem do Jornal de Negócios. A direita veio para ficar tal como chegou no resto da Europa.

INICIATIVA LIBERAL e CHEGA juntos somam 7,7% e se lhes juntarmos o ALIANÇA 0,7% o BLOCO de DIREITA ultrapassa os 8%. Nada mau para quem está no início. 

São partidos democráticos liberais, europeístas e pró-economia de mercado. Fazem falta num "país a caminho do socialismo" que vai caindo na tabela do PIB e que não deixa que a sociedade civil respire. O Estado é cada vez maior e mais interventivo. 

A Democracia tem caminhos para encontrar soluções. Ao fim de 40 anos está em marcha uma reforma política que os partidos da situação nunca permitiram. Mas o que tem que ser tem muita força.

António Costa ao derrubar um muro à esquerda ergueu outro à direita. Pelo menos facilitou o que já era inevitável.

img_196x256$2019_12_02_21_47_10_365782.jpg