Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

As declarações de Catarina Martins contra o PS têm consequências graves a prazo

A direcção do PS tem que reagir às declarações de Catarina Martins, segundo Francisco Assis . Trata-se de um ataque descabelado ao carácter do partido socialista que não  pode ficar sem resposta.

"Considero este ataque violentíssimo, que merece uma resposta pronta, clara e incisiva por parte da direcção do PS, por uma questão de respeito e de amor-próprio", afirmou o político.

"Nós não podemos estar reféns de qualquer parceria política ao ponto de aceitar sermos enxovalhados na praça pública sem esboçarmos a mais ligeira reacção. Um partido que age assim não se está a dar ao respeito a si próprio. Isso tem consequências graves a prazo, portanto acho que neste momento é importante que alguém o faça", afirmou.

É, claro, que o BE não faz este ataque ao carácter do PS ingenuamente, bem pelo contrário, tenta a curto prazo subir o nível da contestação demarcando-se do PS e, ao mesmo tempo, inviabilizar a longo prazo qualquer tentativa de repetir a solução comum.

E a verdade é que as sondagens mostram o BE a crescer e o PCP a descer.

 

Costa mostrou novamente a sua falta de carácter

Carácter é coisa que o homem não tem ( que o diga Seguro). O discurso de ontem mostrou-o à saciedade. Nem uma palavra para as vítimas, zangado porque as pessoas abandonadas à sua sorte pelo governo de que é primeiro ministro se deixaram apanhar pela morte.

O que se passou em Pedrógão e agora no centro do país, segundo a leitura de Costa não tem nada a ver com a governação - orçamento que não atribui verbas para o interior onde vivem os mais pobres e indefesos, retirada dos meios de combate para poupar dinheiro enquanto aumenta os salários das suas clientelas políticas .

António Costa governa para assegurar o apoio parlamentar do PC e do BE que têm as suas clientelas políticas na administração pública . É essa a sua prioridade enquanto espera que a situação da economia melhore puxada pelas economias exteriores. O investimento é miserável e não se percebe como sem investimento se cria emprego.

Mas a sorte sempre ajudou estes prepotentes até ao momento em que a maioria vê que não é génio, é roto. Ontem a maioria começou a ver quem é este homem que nos governa rodeado dos mesmos que rodearam Sócrates .

O Presidente da República com o seu discurso tocou a dobrados.