Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Como é que o juiz de instrução é o responsável pelas penas aplicadas pelos tribunais ?

Armando Vara disse em directo na TVI que o juiz Carlos Alexandre é o responsável pela perseguição que lhe está a ser feita e pela pena que lhe foi aplicada.

Ora o que se sabe é que o juiz de instrução é responsável pela instrução do processo que acusa ou não acusa. Mas a aplicação das penas é da inteira responsabilidade do colectivo de três juízes nos tribunais. Como é que se confundem estes dois pilares na prossecução da Justiça num Estado de Direito ?

Ignorância ? É difícil de crer tendo em vista que o visado percorreu toda a via sacra da Justiça e é um homem experimentado na administração do estado, sendo aconselhado por advogados pagos a peso de ouro.

Vingança ? O erro é tão básico que depressa se desmontaria .

Então a que se deve tal acusação que não resiste à primeira leitura ? Afastar o juiz Carlos Alexandre de todos os processos que tem em mãos tirando partido da polémica que sectores poderosos lhe movem ?

Pelas opiniões que por aí se ouvem a infâmia faz caminho tirando partido da ignorância dos cidadãos . E na Justiça a ignorância a ninguém aproveita.

 

 

Armando Vara detido

O Ministério Público anda à procura de gente próxima de José Sócrates. Armando Vara já foi julgado e sujeito a uma pena de prisão efectiva na operação "Face Oculta". Há alguns dirigentes socráticos de que sempre se falou. Um deles fez saber, há bem pouco tempo, que não seria candidato a deputado em Outubro. O mesmo que disse na televisão que vivia com a ajuda do pai por não ganhar o suficiente.

O que se sabe das acções de que Sócrates é suspeito aponta para a cumplicidade de outros agentes do governo já que um primeiro ministro não assina contratos. E explica o prazo longo da prisão preventiva Sócrates. 

Em causa está o empréstimo concedido pela Caixa-Geral de Depósitos para a compra deste empreendimento ( Vale de Lobo ) uma operação datada de 2006 altura em que Armando Vara era administrador do banco.

A investigação a este processo de financiamento tem também em conta contas abertas no estrangeiro, designadamente na Suíça, por pessoas que movimentaram dinheiro que, acredita a investigação, pertenceria a José Sócrates.

Uma bomba que vai explodir em plena campanha eleitoral