Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Câncio criticar Sócrates no exacto momento em que o PS o deixa cair, é rídiculo

É uma coincidência do catano.

Que só tenha descoberto agora que Sócrates lhe terá mentido, ou seja, no mesmo exato momento em que o PS o passou a criticar publicamente, é ridículo.Curiosamente, ou talvez não, no momento em que o PS lançou uma ofensiva sobre José Sócrates e em que um dos núncios foi, nem mais nem menos, do que a mesma alma que terá avisado aquele de diligências em segredo de justiça, Câncio decidiu escrever um artigo, onde não apenas não pede desculpa como se vitimiza por actos praticados por José Sócrates. Dito de outra forma, uma mulher que tem formação superior, é jornalista e, como tal, é suposto não desconhecer quanto ganha um primeiro-ministro, quer-nos convencer que foi enganada. E, não inteiramente contente com tal, aproveita para cavalgar de novo a onda, desta feita renegando o que antes elogiou.

Taxa de abandono precoce escolar melhora 5,7%

Em relação a 2011, e no caminho de atingir o objectivo de 10% em 2020.

Para tal contribuíram medidas como o incentivo à frequência dos cursos profissionais, a criação de cursos vocacionais de ensino secundário e o alargamento da escolaridade obrigatória para 12 anos.

Este ano, cerca de 22660 alunos do Básico e 1910 do Secundário optaram pelo ensino vocacional, segundo dados do MEC.

Oferecer às escolas horas de crédito extra para que os professores possam dar mais aulas e ajudar os alunos e premiar os estabelecimentos de ensino que conseguiram reduzir o abandono ou risco de abandono para menos de metade foram outras das medidas agora sublinhadas pela tutela.

Contra os mesmos de sempre os resultados aparecem basta aprender com os países que já percorreram estes caminhos

 

Projecto privado previne o abandono e insucesso escolar

Todos são poucos para melhorar o ensino e dar mais e melhores oportunidade aos alunos. Este projecto resulta seja na escola dita pública seja na privada. Torna as escolas boas que é a única coisa que interessa às famílias e alunos. Projecto lançado pela Associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social, criado em 2006 para prevenir o abandono e insucesso escolar.

Agora é preciso estender o projecto a todo o país com ajuda do Ministério da Educação, dos Municípios e das associações de pais. As boas ideias com sucesso não são públicas nem privadas. São boas. O projecto dispõe hoje de 84 mediadores. Esse número vai duplicar no próximo ano, para cobrir 10% do território nacional, actualmente apenas coberto em 6%. Dos 84 mediadores em funções até agora, 18 foram alocados pelo Ministério da Educação que se comprometeu a disponibilizar mais 50 mediadores no próximo ano.

BE está cada vez mais igual ao PCP

As melhores cabeças do BE têm abandonado o partido ou afastaram-se dos seus orgãos decisórios. Após Francisco Louçã o empobrecimento da intervenção política do BE é assustador. Dois coordenadores - João Semedo, um homem que fez a maior parte da sua vida política no PCP e Catarina Martins que não fez vida política em lado nenhum - são de uma pobreza franciscana, repetindo até à exaustão conceitos esfarrapados e mais que repudiados pelos cidadãos.

O que se pedia ao BE é que se afastasse do PCP numa decisão fundamental - conseguir o "rensemblement" da esquerda que o PCP nunca quis. Mas o que se percebe é que o BE não só não consegue fazer a união da esquerda como mesmo no seu interior são cada vez mais as vozes que reclamam mais discussão e maior liberdade.

Ana Drago, diz que a discussão de tão importantes linhas políticas "não se fazem com chá e torradas" e que isso a levou a abandonar a Comissão Política. Em causa está o facto de a direção política do BE ter rejeitado um debate com outros movimentos de esquerda, como o recém-criado Manifesto 3D, a Renovação Comunista e o anunciado partido Livre, para participar num processo de convergência que resultasse numa candidatura única às eleições europeias.