Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

SIRESP - o contrário do que Costa tinha anunciado

A Altice antecipou-se e reforçou a sua posição accionista para 52,7% na SIRESP SA e o Estado ficou com 33% e com o direito de nomear dois administradores entre eles o Presidente.

Mas pergunto eu : que sabe o Estado de comunicações para poder influenciar as decisões da SIRESP SA ?

Na verdade trata-se de uma boa maneira de dar cobertura à ALTICE em caso de calamidade como a que aconteceu no ano passado. De que tem medo António Costa ele que atirou para cima da ALTICE toda ou quase toda a responsabilidade dos incêndios do ano passado e agora concede-lhe a maioria accionista ?

Logo após assumir funções, o atual ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse que o Governo estava a tomar medidas para que o Estado viesse a deter 54% do capital da Siresp SA. A ideia, disse Eduardo Cabrita a 23 de outubro do ano passado, era a de garantir que o Estado viesse a “ter uma palavra decisiva na gestão da empresa”.

Palavra ?

PS :

#SIRESP #Tudonamesma
1. Defenderam o Siresp quando este falhou gravemente, afinal era uma herança de António Costa.
2. Atacaram o Siresp, quando perceberam que afinal era um projecto falhado que tinha custado muitos milhões e dezenas de vidas.
3. Atacaram a Altice porque o Estado, que detinha participação no Siresp, entendeu que tinham sido as linhas a falhar. Não tinham.
4. Anunciaram com pompa, e sempre para abafar a desgraça dos maiores incêndios de que temos memória, que o Estado ia assumir a liderança no Siresp, recomprando a maioria.
5. Investiram 18 milhões só este ano no Siresp.
6. Afinal não conseguiram mais do que 33%, e a Altice aumentou grandemente a sua posição tornando-se maioritária.

Parabéns Geringonça, é sempre a somar...
Falhanços!

1 comentário

Comentar post