Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Sentença de morte para escolas e empresas locais

Uma das professoras de uma das escolas em associação lamenta :  “estamos de rastos porque pensávamos que haveria espaço para algum diálogo”. “São projetos de vida que tem de se reestruturar — não sei ainda em que base –, são professores que ficam no desemprego, empresas, pessoas e comércio que trabalham à volta destas escolas — muitas delas nasceram à volta destas escolas — e que hoje viram uma sentença de morte”, disse, acrescentando que o primeiro-ministro “tem de estar muito preocupado”. “Foi eleito para representar a democracia. E isto não é democracia.”

Esta medida vai deixar profundos problemas sociais e económicos bem maiores do que a pretensa duplicação de custos argumentada. Tudo para reforçar o centralismo no ministério da educação e reforçar os sindicatos. Ontem ouvi uma secretária de estado da educação durante uma hora que nunca se referiu aos alunos . Se houvesse dúvidas a senhora tirou-as aos mais resistentes.

Não há um único país na UE onde a rede de ensino público não conviva com o público e o privado na prestação do serviço público.

Mais uma vez devemos ser nós que temos razão. Como a loura na autoestrada que via uns doidos a andarem em sentido contrário .