Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Se não fosse por mais nada este governo valeu a pena por dizer "não" a Salgado

Daniel Bessa, ex ministro das finanças de Guterres não o faz por menos. O "não redondo" que Passos Coelho e Maria Luís deram a Ricardo Salgado foi o momento "zero" da nova ordem económica . As elites portuguesas já não são as mesmas que abocanharam o estado durante todo este tempo.

Não tenho nenhuma dúvida de que o acto fundador – para o melhor e para o pior com todas as consequências que aí estão – partiu de Passos Coelho e Maria Luís que disseram ‘não’ ao Dr. Ricardo Salgado”, afirma Daniel Bessa no Conversas Cruzadas.

“Um ‘não” proferido quando o Dr. Ricardo Salgado lá foi e não foi sozinho. Até conheço quem o acompanhou nessa diligência, mas não vou dizer. Até não foram só dois, mas saíram de lá com uma ‘nega’ redonda. O regime caiu aí”, sustenta o economista.

Álvaro Santos Almeida concorda com Daniel Bessa, mas vai mais longe. “Se não fosse por mais nada este governo teria valido a pena só por esta decisão”, nota o professor de economia da Universidade do Porto.

Há quem não queira ver que estamos perante uma limpeza de um regime apodrecido que nos conduziu a uma desigualdade indigna, a uma economia que não produz riqueza e a uma dívida colossal. Depois dizem que não compreendem o resultado das sondagens.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.