Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Se a saída não for "limpa" o governo falhou

Sabem quem há bem pouco tempo gritava esta frase todos os dias, em todos os locais e a todas as horas? Esse mesmo, o Tó Zé! Agora diz que a saída não é aplaudida pelo PS porque o governo tem uma almofada financeira. Isto é o mesmo que ir ao circo e não aplaudir o trapezista porque trabalha com rede. É o mesmo que dizer que quem vai ao circo não vai admirar a arte do trapezista vai só ver se ele cai.

António José Seguro será, muito provavelmente, o próximo primeiro ministro num governo de coligação. Felizmente a sua margem de manobra está muito limitada tal como a de Passos Coelho pelo que estou descansado. Ambos são europeístas e querem continuar no euro. Mas não deixo de admirar a  desfaçatez de quem mente todos os dias enquanto chama aldrabão aos outros.

Os que andaram a chamar pela espiral recessiva não pedem desculpa perante o crescimento da economia; quem dizia que as exportações e o saldo comercial externo positivo se deviam, primeiro à venda do ouro das família e , depois, aos combustíveis refinados não se envergonha perante os resultados cada vez mais consistentes; os que juravam que o deficit das contas do estado não descia não pedem a demissão; e quem aplaudia as taxas de juro da dívida elevadas e insustentáveis não tem agora a humildade de se felicitar.

Agora andam a chorar lágrimas de crocodilo pelo montante da dívida como se o seu pagamento não dependesse dos êxitos atrás descritos e que negam. Até o desemprego está a baixar o que muito me surpreende mas que me dá uma enorme alegria. Alguns deles são "só" maus e incompetentes mas, outros há, que não têm terra natal nem conterrâneos. Só camaradas!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.