Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Se a CGTP tivesse que pagar a coisa fiava mais fino

Os patrões vão propor um salário mínimo inferior aos 530 euros. Calcularam o salário mínimo a propor a partir da produtividade e da inflação. Não podem pagar mais. Já se sabe que a existência de um salário mínimo tem vantagens e inconvenientes. Um dos principais problemas é contribuir para aumentar o desemprego. Os patrões que não podem pagar o salário mínimo oficial vão à falência ou não contratam mais pessoal .

Quem não tem que pagar salários até paga mais dizem que são a favor dos trabalhadores. Eu por mim acho que a favor dos trabalhadores são os países da Europa onde o salário mínimo anda acima dos mil euros e o desemprego é residual. Esses sim, são amigos de quem trabalha. Por cá é só garganta para não falharem as quotas dos sindicalizados . 

Depois havendo salário mínimo quem estiver disposto a trabalhar por menos não o pode fazer. Esta é uma razão para o desemprego jovem. O salário mínimo não é uma questão de justiça é uma questão de racionalidade económica. Todos nós estamos a favor de salários melhores mas, é preciso primeiro ter uma economia sem o garrote do estado e dos impostos, inovadora e capaz de produzir e ser competitiva.

A verdade é que não crescemos há quinze anos e os anos que aí vêm não prometem melhor.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.