Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Reforma obrigatória aos 70 anos deve ser analisada caso a caso

Cientistas, médicos, professores, investigadores que aos 70 anos apresentem vontade de continuar e que se encontrem de boa saúde devem poder optar por continuar a trabalhar.

Encontrar uma forma de não atrasar a evolução da carreira dos mais jovens mas aproveitar a experiência e o saber acumulados. Exige a análise caso a caso .

Para a Frente Comum, “prolongar artificialmente a idade de trabalho será fator de não renovação e de não rejuvenescimento na Administração Pública. Situações excecionais de continuidade devem ser avaliadas em cada caso concreto atendendo inclusive a que a continuidade do trabalho não implica o aumento do valor da pensão”.

Os casos recentes de Prof Sobrinho Simões, Prof Manuel Antunes, Prof José Fragata e outros que continuarão a trabalhar no privado são claros. A sociedade não pode afastar profissionais excepcionalmente preparados por razões burocráticas . 

1 comentário

Comentar post