Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Quem vem de fora diz que temos hospitais a mais.

Estamos todos à espera que se construa um novo hospital para se fecharem os hospitais centrais de Lisboa. Mesmo com o novo hospital ( 500 milhões de euros) há quem diga que não devemos encerrar hospitais. Mas quem tem experiência diferente em países ricos ( USA e Brasil) diz que não é necessário construir um novo hospital. Os doentes podem ser distribuídos pelos hospitais existentes em Lisboa e arredores.

Nós por cá vamos vivendo à "tripa forra" e vamos chorando por que não há dinheiro para os pobres e para as pensões. "Grupo Amil adquiriu hospitais da Caixa Geral de Depósitos (CGD) há um ano e apesar das dívidas e prejuízos do passado, a situação financeira já se encontra "estável". E como é que agora, com um novo gestor, o hospital de Cascais consegue estar a endireitar contas? "Fizemos algumas mudanças de gestão e aproveitámos recursos humanos", explicou José Magalhães. Enquanto que antes este hospital tinha uma administração que se tinha de preocupar com a gestão, agora "a gestão está centralizada", o que traz vantagens por exemplo na altura de fazer aquisições pois o grupo tem uma "mão mais pesada" e consegue negociar melhores preços. E a eu a lembrar-me da "ópera bufa" que se montou à volta do encerramento da Maternidade Alfredo da Costa .