Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Qual é afinal a origem das ânsias contra as privatizações ?

Não são os clientes das empresas públicas que estão contra as privatizações . São os seus funcionários e fornecedores que muito podem ganhar com o facto da empresa ser pública :

" Por outro lado, o serviço público é frequentemente capturado por certos interesses particulares que beneficiam muito à sombra do Estado.

Eis o busílis! Não são os utentes que protestam contra a privatização, mas os funcionários e fornecedores da empresa vendida, dizendo agir em nome do público. Fazem-no porque essa alienação manifesta e compromete as benesses, regalias e negócios que os participantes nas empresas públicas, dizendo-se servidores do Estado, conseguiam extrair, à sombra dos impostos e protecção legal. É daqui que nasce a fúria antiprivatização.

O que gera outra conclusão. Na oposição militante à venda de empresas públicas mal geridas, os movimentos de esquerda manifestam estar dominados, não pelos interesses da população, e ainda menos dos proletários, mas pelas conveniências de um funcionalismo burguês, fingindo-se revolucionário."

Entre dois wiskies e um arrôto faço uma greve contra a privatização da minha empresa que me paga tão bem e sem chatices de maior.