Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

PCP desafia BE a dizer de facto o que pensa de Cuba

O BE não aceitou acompanhar o Presidente Marcelo na sua visita de Estado a Cuba. O PCP não gostou e exige que o BE diga o que pensa de Cuba : “O Bloco acha que o facto de o Presidente da República portuguesa visitar Cuba é um fator político negativo para as relações externas portuguesas? Está contra o aprofundamento das relações entre os dois países? Cuba deve ou não ter relações diplomáticas, culturais, políticas, com Portugal? E económicas? É o BE a favor ou contra o bloqueio a Cuba? Considera que o Presidente da República não deve visitar aquele país?”.

O BE mete os pés pelas mãos e diz que o problema é de agenda e que normalmente não participa nas comitivas das visitas presidenciais. Só quando no país visitado existe uma grande comunidade portuguesa.

Todos os outros partidos se fazem representar até porque o vento sopra a favor do fim do isolamento da ilha e o regime vai acabar com a morte dos irmãos Castro . Mas o BE não podia perder a oportunidade de xingar a cabeça ao PCP insinuando com a sua ausência que não visita países governados por ditaduras. Como já havia feito em relação a Angola.

O BE corre, é cada vez mais evidente, para ser governo com o PS afastando-se da ortodoxia ideológica do PCP. E este que percebe muito bem as intenções do rival atira-lhe o que tem à mão.

"“Nada como ser tudo e não ser nada para agradar a toda a gente. Neste caso, como nos outros, o marketing pode funcionar para o BE, mas o futuro não se fará de indefinições. Em cima do muro não se fazem revoluções. Em cima do muro não há socialismo, só oportunismo”.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.