Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Os programas de reformas em Cuba e na Venezuela não resultaram

Chegou ao fim o regime cubano. Pode manter-se na miséria todo um povo durante 50 anos mas não pode manter-se para sempre. É essa a grande lição da queda do Muro de Berlim. Cuba conhece o estado caótico da Venezuela só lhe resta preparar-se para um tempo novo. Que Obama se apressou a facilitar. Vai demorar algum tempo até que a geração "Castro" desapareça fisicamente. Mas os dados estão lançados :  Com Hugo Chávez, Cuba encontrou um aliado que lhe oferecia um generoso balão de oxigénio: 80 mil a 100 mil barris de petróleo diários. Paralelamente, os cubanos asseguravam grande parte dos serviços médicos e escolares ao regime bolivarista. Estavam presentes em quase todos os níveis do aparelho de Estado. A economia venezuelana entrou entretanto em descalabro. A queda do preço do petróleo faz o resto. Os cubanos conhecem melhor do que ninguém o estado caótico da Venezuela e sabem que vão perder o “benfeitor”. Daí a urgência de abertura aos Estados Unidos.