Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O uso e abuso do direito à greve

A maioria dos portugueses acha que o uso do direito à  greve deve ser limitado em determinadas circunstâncias. Uma clara maioria dos participantes no barómetro (66,2%) defende a limitação do direito à greve em determinadas situações. São apenas 22,6% os portugueses para quem o direito à greve é inquestionável, seja em que circunstâncias for.

Estas conclusões são o resultado da utilização abusiva do direito à greve, um direito conseguido com sangue, suor e lágrimas que agora é utilizado na luta partidária. A banalização do direito à greve não é boa notícia para ninguém.
Ficheiros Anexos: