Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O último refúgio dos velhacos

Salgado e Sócrates não têm culpa. Segundo eles foi a política que deitou abaixo o seu governo e a outro o seu banco. Se a política não tivesse deixado entrar a Troika, o PEC IV tinha resolvido a bancarrota do estado e o governo tinha resolvido a falência do BES.

A linha de defesa de Sócrates e Salgado é a mesma. A culpa é do estado, do ministério público, das Instituições financeiras, das entidades de supervisão. Tivesse a política feito o que sempre fez e nada teria acontecido. O estado e o BES não faliram, quiseram que falissem. É coisa bem diferente.

Em 2011, Sócrates já tinha resolvido as dificuldades com o PEC IV, quando a oposição o deitou abaixo. Em Julho de 2014, Salgado tinha “tudo encaminhado”, com uns investidores miraculosos e uma garantia angolana, quando o Banco de Portugal estragou um final feliz. Ah, como este país seria próspero se toda a gente pensasse pela cabeça do Dr. Salgado e do Engenheiro Sócrates.

 A política serviu aos oligarcas deste regime para subirem, e serve-lhes ainda, quando caem, para fugirem às suas responsabilidades.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.