Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O que nos deu a agenda das "posições conjuntas " ?

Esgotada a agenda das posições conjuntas o que temos ?

Um crescimento económico medíocre que ainda não superou o melhor da anterior maioria; um absoluto torpor reformista; os juros da dívida a disparar; os serviços públicos em agonia; um sector bancário ainda à espera do lendário espírito resoluto do primeiro-ministro (na administração da Caixa, no Novo Banco, na solução para o crédito malparado).

A acrescer a tudo isto, quando precisávamos de um Governo forte temos agora o PCP e o Bloco empenhados em mostrar "o Governo do PS" em toda a sua esplendorosa pequenez, com o apoio de apenas um terço dos deputados.

António Costa jurou ter "uma alternativa estável, coerente e duradoura". Não se tratou de uma mera carta de conforto aos portugueses: foi a própria justificação da sua legitimidade. Ora, sempre que não tem a esquerda consigo, a alternativa de Costa não é estável, coerente nem duradoura. E sempre que precisar da direita, então a alternativa nem sequer alternativa é. Por isso, a oposição não tem legitimidade para salvar o Governo de si próprio.