Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O que interessa mesmo é o doente

O PSD propõe que o Estado possa contratualizar médicos de família, consultas e exames, bem como reforçar os cuidados paliativos com o sector privado. Na apresentação de algumas das propostas da área da saúde do programa eleitoral, Rui Rio desvalorizou a natureza pública ou privada dos serviços, preferindo colocar a tónica na resposta mais eficiente e económica ao utente.

Segundo a proposta do PSD, o SNS coopera com os sectores privado e social na realização de prestações públicas de saúde, relação que deve “assentar sempre em exigentes regras de transparência e imparcialidade”. A iniciativa prevê que “sempre que seja vantajoso para o Estado e para o SNS” podem ser feitos contratos em regime de PPP com entidades privadas e do sector social. A proposta define ainda que “o Governo pode estabelecer incentivos à criação de unidades privadas, em função das vantagens sociais decorrentes das iniciativas em causa” e prevê que “a lei pode fixar incentivos ao estabelecimento de seguros privados de saúde”.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Luis Moreira 17.07.2019 17:34

    Fechar boas escolas e bons hospitais nunca foi bom para os utentes. Não vale a pena fazeres de conta que não sabes...
  • Perfil Facebook

    António Filipe 17.07.2019 21:04

    Mas isso está nas propostas do BE??!!
    Tu és bom a inventar.
    Não vale a pena fazeres de conta que lês mal.
  • Imagem de perfil

    Luis Moreira 18.07.2019 11:28

    So vai na cantiga do BE quem quer...Olha o PCP é bem mais realista e menos populista
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.