Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O processo do Brexit mostra como é importante a União Europeia

Se não estivessem em jogo decisões de grande importância para o Reino Unido a saída da União Europeia não levantaria os enormes problemas que está a levantar. Contrariamente ao que os Brexiteres deram a entender sair da UE não é fácil, é difícil .

As intenções dos brexiters eram tão irrealistas como as do Tsipras inicial: queriam o bolo e comer o bolo ao mesmo tempo; queriam estar na UE sem os deveres da UE. Tal como a esquerda Tsipras, a direita Boris Johnson mentiu aos seus concidadãos em relação aos efeitos da saída da UE. Mentiu ou era (é) radicalmente ignorante ou inconsciente em relação à realidade. Acha que a glória oitocentista (que julga ter à sua frente) compensará a imensa miséria criada pelo Brexit, ainda para mais num contexto de fragilidade europeia perante os gigantes asiáticos. O resultado final desta negação da realidade é o acordo de May: procura o impossível, manter as ligações legais e económicas com as regras da UE sem a presença de Londres nos fóruns que decidem essas regras – o absurdo final de um processo absurdo e irracional desde o início. A irracionalidade é a marca da democracia direta. Já têm saudades do “défice democrático”?