Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O Plano de Negócio da GCD aumenta isolamento do PCP

Se a recapitalização da Caixa é feita em condições de mercado então o seu Plano de Negócio não pode deixar de ser implementado segundo as mesmas condições. E isso obriga a considerar uma reorganização do banco, com o objetivo de recuperar a rentabilidade de longo-prazo através de um aumento de eficiência, da redução do custo do risco de crédito e do corte de custos”, referiu o Ministério das Finanças.

Ora, entre outras coisas que o mercado definirá, o corte de custos terá que passar pelo despedimento de trabalhadores, cerca de 2 500 que somará aos 2 700 já despedidos nos últimos anos. Se assim não for não teremos aumento de eficiência nem corte de custos.

O PCP já veio dizer que não está de acordo com a redução de trabalhadores embora, saiba que não pode ser de outra maneira a não ser voltar atrás à CGD dos prejuízos e das injecções de capital sacadas aos contribuintes.

Mas o PS defende que “Todos os planos de reestruturação têm redução de custos, implicam sempre redução do número de trabalhadores e encerramento de balcões, mas isso é transversal a todo o setor bancário em Portugal e no estrangeiro e advém dos desenvolvimentos tecnológicos e de toda a atualização do modelo bancário”.

O BE não diz nada reserva cada vez mais para si ser o pêndulo da balança até que se perceba que PS e BE chegam para governar não precisando do PCP.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.