Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O PCP apoia o governo fascista da Hungria

O relatório aponta o dedo ao governo de Viktor Orbán, numa longa lista de acusações que passam pela substituição de juízes independentes por magistrados “ligados ao regime”, ataques à independência das universidades, controlo dos meios de comunicação social, corrupção, oligarquia, apropriação indevida dos fundos comunitários, ataque à liberdade de culto religioso, proibição de organizações não governamentais, liberdade de expressão, direitos das mulheres, perseguição de imigrantes, refugiados e ciganos.

É, claro, que o que o PCP não apoia é a União Europeia como João Ferreira deputado do PCP já veio dizer. Porque segundo o PCP a UE não tem legitimidade para sancionar a Hungria. Estar contra a União Europeia é essa a razão que move o PCP.

Os extremos tocam-se e, segundo a realidade objectiva tão cara aos comunistas, os comunistas apoiam as medidas fascistas tomadas pelo governo fascista húngaro.

Cada vez apoio mais a Demacracia, o Estado de Direito e a União Europeia. E a extrema direita cresce ao colo da extrema esquerda.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Luis Moreira 13.09.2018 10:55

    O que surpreende é tu quereres controlar o meu pensamento. Nunca ouviste uma critica minha sobre o que pensas. E lê o poste seguinte...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.