Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O partido rico que é defensor dos pobres

O PCP é como os outros partidos. Tem as suas debilidades tão humanas como todos os outros e não aguenta o escrutínio da imprensa sem revelar as suas fraquezas.

É o partido que tem maior e mais rico imobiliário e é o que vai pagar mais IMI. Tem duas quintas à beira Tejo plantadas que servem, aparentemente, para três dias da Festa do Avante. E nos outros 362 dias estão ao abandono. Será razão para reverterem para o estado ? Tenho a certeza que virá uma lei na altura própria apropriada ao assunto.

Mas o PCP que tanto se insurge com a pobreza dos trabalhadores podia avançar com acções de cariz capitalista para dar trabalho aos desempregados. Até podia avançar com acções colectivas que ninguém leva a mal. Por exemplo, como é que o PCP vai pagar tão elevados impostos sobre o sol e as vistas das quintas na Atalaia ? Vem aí outra lei a isentar o partido ?

"Se fosse escrutinado de forma exigente pela comunicação social, alguém indagaria como conseguiram os comunistas reunir um património imobiliário equivalente ao dos outros partidos todos somados e valorizá-lo em dois milhões de euros entre 2012 e 2015, ampliando-o de 13 milhões para 15 milhões no apogeu nacional da “crise do sistema capitalista” que tanto dizem combater mas de que aproveitam como nenhum outro, percorrendo sem rebates de consciência as alamedas do lucro. Assim talvez ninguém se espantasse por saber, como há dias se soube, que os comunistas pagarão em 2017 cerca de 50 mil euros em IMI, apesar de os edifícios adstritos à actividade partidária estarem isentos deste imposto."

quinta_cabo.JPG

 

 

2 comentários

Comentar post