Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O governo não manda na TAP privatizada

A TAP deixou de ser uma empresa pública com a privatização. Se fosse necessário Rui Moreira mostrou como é que as empresas públicas operam em mercados concorrênciais. Obedecendo a práticas não comerciais que geram prejuízos que os contribuintes pagam.

A afirmação é dirigida ao presidente da Câmara do Porto, que defendeu a necessidade de o Governo dar ordens à TAP para restabelecer as ligações internacionais a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Rui Moreira quer que o Governo interceda para evitar a suspensão dos destinos para o estrangeiro que a empresa considera deficitários, mas “como era de prever” o executivo vai deixar essa decisão para a comissão executiva.

A TAP privada vai sobreviver, pública morreria ou, então, empobreciam os contribuintes

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.