Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O empobrecimento do país é inevitável ?

Nestes últimos quatro anos vivemos uma conjuntura global positiva . Cresceu a economia a seguir à profunda crise financeira e após as medidas rigorosas tomadas. Os juros desceram a níveis historicamente baixos . O BCE com o seu programa de compra de dívida manteve os juros baixos e a liquidez não faltou nos mercados.

Por cá, além desses benefícios, as exportações cresceram notavelmente e pela primeira vez em muitos anos as contas externas estavam equilibradas. Se é assim porque é que os países que estavam atrás de nós, mais pobres do que nós, nos ultrapassaram ?

Continuamos a ter uma das maiores dívidas, o crescimento do PIB é uma miséria , os salários e as pensões envergonham e os 2 milhões de pobres existentes em 2000 não se reduziram Temos um Estado grande e interventor que não é amigo da iniciativa privada na economia. Uma pesada carga fiscal, uma Justiça presa em burocracias e um sector financeiro e bancário assente em amiguismos e relações de interesse partidário.( Como hoje sabemos muitos milhões fugiram mas ninguém viu nada.)

O Estado está prisioneiro de interesses organizados que não compaginam com o interesse nacional.

Liberalizar a economia, reduzir o Estado, baixar impostos, reduzir a dívida, acabar com sectores da economia rentistas e ver com bons olhos quem consegue ter lucro e não pactuar com subsídios dependentes.

Empobrecer não é uma inevitabilidade tem sido o resultado de políticas pró-socialistas que deram o mesmo resultado aqui como em todos os outros países que seguiram  políticas semelhantes .

Estamos na União Europeia basta seguir os que vão na frente não é preciso inventar nada.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.