Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O custo de tirar a Grécia da Zona Euro é enorme

É o primeiro ministro Grego que o diz. O que está em causa no referendo não é a saída do país da zona euro mas saber se o povo concorda com o que está a ser negociado e proposto pelos credores.  Assim, o referendo é agora o alvo da atenção dos investidores. Um sim significa que o governo deverá demitir-se para manter a credibilidade política, já que um governo mais moderado poderá aceitar o acordo.

Devemos respeitar a decisão do povo grego e não entrar em considerações cretinas estilo " a Zona Euro é composta por dezanove países e se a Grécia sair ainda ficam dezoito". Isto é deitar gasolina para a fogueira. A Zona Euro sem a Grécia não é a mesma coisa e o que se discute na Grécia não se esgota na moeda.

O que não percebo ( e também nunca percebi quando se fala de Portugal) é porque se acredita que voltar ao "Dracma" é solução. Não foi com moeda própria que a Grécia foi à bancarrota e foi sempre um país pobre e injusto ?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.