Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O chão salgado

Encostado à pastelaria dos pastéis de Belém, está um pequeno monumento ( Beco do Chão Salgado) que, segundo reza o texto que foi escrito a cinzel e martelo, lembra o atentado contra D. José... "... e todo aqule chão fosse salgado para que nada vivesse nele...".

 Na última década, houve uma tentativa de concentrar o poder em Portugal, protagonizada por Sócrates no Estado e por Salgado na banca. Coligados, o representante do arrivismo partidário e o representante da fidalguia financeira procuraram controlar ou influenciar bancos, empresas, jornais, televisões, etc. A crise de 2008 abanou-lhes a casa. Em 2011, Sócrates caiu, depois de Passos Coelho se ter recusado a ampará-lo. Em 2014, aconteceu o mesmo a Salgado, também depois de ter batido inutilmente à porta de Passos. Mas se a Parceria Sócrates-Salgado tombou, nem por isso desistiu de turvar a “narrativa”. Sócrates tem o PEC IV a que se agarrar e Salgado já veio dizer que daqui a uns tempos dirá quem foram os culpados. Quem vem atrás que apague a luz.