Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

O BE quer manter a excessiva carga fiscal

Tudo o que vem da parte do BE é exigência de mais despesa com a consequente carga fiscal. Fazer crescer a economia com o aumento do consumo o que, como já se viu, resulta num crescimento económico frágil e transitório.

Mas estas exigências permitem-lhe andar na crista da onda e dá-lhe visibilidade como se a aprovação do orçamento dependesse do seu apoio.

Também se sabe que a carga fiscal excessiva não é sustentável quando a contrapartida é a qualidade duvidosa dos serviços públicos essenciais.

Essa excessiva carga fiscal tem ainda o efeito perverso de desincentivar o empreendedorismo, alavanca essencial do crescimento económico, para além de impedir o regresso ao país de pessoal qualificado.

Ora o crescimento económico é a arma mais poderosa para combater as desigualdades sociais.

PS : Manuela Ferreira Leite - expresso