Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Notáveis, distraídos e mentirosos

Uma carta de notáveis, distraídos e mentirosos. Para estes senhores o Plano do BCE não existe.O Plano Juncker também não. E dos 21 mil milhões de subsídios ( em alguns outros países bem mais) nunca ouviram falar

Dizem-se os subscritores, lá para o fim, «certos, senhor primeiro-ministro, de que agora é o tempo para este apelo à responsabilidade numa Europa em que tanto tem faltado o esforço comum para encontrar soluções para uma crise tão ameaçadora».

Ora, é curioso que digam isto. Porque isto vem seguramente de quem estava distraído quando Mario Draghi declarou, em 2012, que o BCE faria tudo o que fosse preciso para salvar o euro, e das medidas posteriormente tomadas. Isto só pode vir de quem não tomou sequer nota da existência de um plano Juncker, quanto mais dos seus objectivos e valores. Isto só pode ser escrito por quem estava a dormir enquanto o pânico se desvanceu e os mercados acalmaram. Isto só pode ser escrito por quem estava fechado num quarto escuro e sem janelas (a salvar o mundo com mais três múmias, putativamente) enquanto cá fora se falava de quantitative easing. Os subscritores presumem apelar à responsabilidade, mas só porque estavam entretidos com o umbigo, enquanto a Europa mudava, e Portugal mudava, apesar deles..