Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Não vamos ter um governo apoiado por anti-Europeístas e antiDemocracia

O discurso do Presidente da República é uma lufada de esperança e da reposição da verdade eleitoral . Setenta a oitenta por cento dos portugueses são a favor da União Europeia e do Euro . A própria votação no PS e no PSD e CDS confirmam essa percentagem. Para estes portugueses o que está em causa é a linha que separa democratas e europeístas dos anti-europeístas e antidemocracia. Esta é a interpretação mais abrangente do eleitorado embora se possam  fazer outras bem menos representativas.

Há já anúncios e sinais que um governo António Costa apoiado por BE e PCP seria seriamente prejudicial para o país. É bem menos prejudicial um governo de gestão, ou mesmo um governo de iniciativa presidencial, até que o próximo Presidente da República possa derrubar o governo e convocar eleições .

O mais extraordinário e que diz bem de que natureza são feitos o PC e o BE é que ninguém conhece acordo nenhum com o PS , nem mesmo os seus dirigentes . O PCP e o BE estão a levar o mais longe possível a oportunidade de corroer o PS - e com o PS a democracia - sem  apresentar rigorosamente nada, nem mesmo um simples papel.

E sem darem nada falam como se já tivessem dado tudo.