Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Nacionalizar para branquear

O Camilo Lourenço põe o dedo na ferida . Há que nacionalizar o Novo Banco para esconder os negócios ruinosos de gente da política, da finança e dos negócios. Gente poderosa e com muito dinheiro.

Tal como foi feito no BPN e está a ser feito na Caixa Geral de Depósitos .

No BPN andaram por lá uns gestores mandatados pelo governo de então e que nunca disseram água vai. Entraram com 400 milhões de prejuízo e saíram com sete mil milhões. Na Caixa é o que se sabe, já vai em cinco mil milhões se não mais. Fogem de lá como o diabo da cruz . E no Novo Banco à medida que destapam as fraudes a barafunda é maior. O estado já tem que pagar para que alguém se chegue à frente para ficar com o banco.

Está montada uma gigantesca lavandaria à sombra de muita conversa patriótica . Quem é que vai controlar a informação ? É que as propostas apresentadas por abutres ( não apareceu nenhum banco a querer comprar ) mostram bem que o negócio é tudo menos recuperar o que resta.

No BPN veio a saber-se, embora tenuemente, que houve muita limpeza de última hora ( negócios ruinosos apressadamente transferidos da CAIXA para o BPN já ferido de morte e nacionalizado.) Na Caixa há um ano que nos embalam com "planos de negócio" enquanto a factura vai crescendo .

PS, PCP e BE e, mesmo, uma parte do PSD junta-se para nacionalizar o Banco Novo que nenhum privado quer. Há aqui muita coisa que não bate certo.

Quem é que beneficiou com os créditos concedidos e quem é que os autorizou ? Quem quer nacionalizar o banco sabe quem está envolvido. Os privados já vieram dizer que conhecendo as fraudes exigem uma garantia do governo.

Há dúvidas que exigem uma garantia para cobrir as fraudes que, de outra forma, vão cair no esquecimento e no bolso dos contribuintes ?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.