Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Na Saúde a ideologia mata, literalmente !

O militar que coordena a vacinação a primeira medida que tomou foi chamar à primeira linha de combate o sector privado da saúde. As farmácias, que constituem uma rede de mais de 1500 que cobre todo o território, prestam relevantes serviços à população. É completamente imbecil afastá-las como fez o antigo director com a cobertura estupidamente ideológica da ministra. 

As farmácias contam com a confiança da população graças à proximidade e ao conhecimento individual das pessoas e dos seus problemas. Não fornecem apenas os medicamentos mas também explicam, aconselham e vacinam . Há dezenas de anos que o fazem. É inconcebível que um ministério nas mãos de pessoas dominadas por ideologia não vejam a enorme mais valia que constituem.

Mas a realidade pode demorar mas chega sempre.

Primeiro, eram os centros de saúde e o SNS. Os farmacêuticos alertaram para o que se faz na Europa. E o novo coordenador do plano de vacinação não tem dúvidas: se querem vacinar 100% até ao fim do ano, há que contar “com outros agentes“, incluindo as farmácias