Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Na praia do Meco não faltaram o álcool e as drogas

Com o decorrer do tempo o que se passou na praia do Meco vai tomando forma. A autópsia do cadáver que estava em condições de ser autopsiado revelou a presença de álcool e de drogas. É difícil perceber que um grupo de sete jovens às duas da manhã se deixe apanhar, ao mesmo tempo, por uma onda se a sua percepção da distância e do perigo não estiverem alterados .É esse o resultado mais comum do excesso de álcool e drogas. O cansaço e a falta de luz fizeram o resto.

As praxes e o seu cortejo de imbecilidades e humilhações não se explicam só por razões de necessidade de afirmação e de autoridade. A violência tem razões bem definidas e o caso das praxes não foge à regra. Como fazer rituais num cemitério de madrugada outra das informações que vieram agora a lume. E também com alunos da Lusófona.

O mistério e a tentativa de apagar o caso, mesmo em relação a coisas tão óbvias, mostram bem que naquela universidade ( outras haverá) a praxe passou muito além de uma brincadeira e de uma tradição para se tornar algo de secreto e de perigoso. O que faz do caso um assunto de  polícia.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.