Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Na Finlândia, ao contrário de Portugal, a educação muda

Finlândia está no topo nos rankings mundiais da educação. Mas logo que sentiu que o sistema estava a bloquear, mudou. A mudança custa mas tudo muda menos a mudança.

Ao contrário, cá entre nós, temos os mesmos problemas há pelo menos 30 anos. A luta entre sindicalistas e burocratas. O abandono escolar precoce. A escola pública que oferece boas escolas a uns e más escolas a outros sem que os mais pobres possam ter a oportunidade de contornar as más escolas. Nega-se às famílias o direito de escolha.

42 anos após a última reforma no ensino finlandês, esta reforma será uma das maiores já feitas na educação. Apesar do sucesso, os responsáveis pelo ensino finlandês sentiram, em 2013, que o sistema estava a começar a vacilar, ao descerem até 12º lugar, atrás da Estónia, no prestigioso PISA global rankings, que avalia leitura, ciência e matemática.

Por cá o PISA serve ou não serve conforme as conveniências. E nada muda.

1 comentário

Comentar post