Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Há sessenta anos que não havia saldos externos positivos

É verdade. Desde os anos 40 que não havia saldos externos positivos. Agora vejam como este indicador de uma importância primeira na recuperação da economia é tratado na comunicação social.

Até no Observador : " saldo externo é positivo mas está a cair". No Público : "Turismo salva balança comercial do défice" como se o Turismo fosse uma actividade que caiu por cá de paraquedas.

Blasfémias explica bem : Foi portanto o 1º ano desde pelo menos o 25 de Abril de 1974 em que a economia portuguesa cresceu sem se endividar. 2014 foi o 3º ano consecutivo em que a balança comercial (bens + serviços) foi positiva. Os anos de 2012, 2013 e 2014 foram os únicos de balança comercial positiva desde os anos 40. A 1ª notícia do Observador diz-nos que há défice comercial. A 2ª diz-nos que afinal há superavit, mas que isso não interessa, o que interessa é que o superavit está a descer. E o Observador é possivelmente o jornal mais à direita em Portugal.

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post