Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BandaLarga

as autoestradas da informação

BandaLarga

as autoestradas da informação

Há mais hospitais privados que públicos mas o BE quer acabar com eles

Há listas de espera para consultas e cirurgia superiores a um ano . Nas urgências é o que sabemos sempre que chega aí uma gripe. Mas mesmo assim o BE quer acabar com os hospitais privados como se isso fosse materialmente possível.

Em vez de aperfeiçoar a articulação entre os sectores público, privado e social, colocando o doente no centro do sistema, o que move o BE é uma proposta marcadamente ideológica. Os milhões de doentes que são tratados no sector privado passariam a sobrecarregar ainda mais o já saturado sector público com as consequências que se adivinham.

Mas que interessa ao BE que os doentes sofram ainda mais ou que morram à espera de uma cirurgia ?

A proposta apresentada pelo grupo de trabalho do PS avança com medidas que o BE rejeita .

O documento, que vai entrar em consulta pública, prevê também o funcionamento das instituições em rede e que as carreiras dos profissionais de saúde assentem no mérito e na progressão através de provas públicas, com incentivos à produtividade.

Relativamente ao financiamento dos estabelecimentos e serviços de saúde, a proposta defende que seja feito através da contratualização, com vista à obtenção de “ganhos em saúde e mais qualidade na prestação” de cuidados.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.